Pular para o conteúdo
Início » Refluxo gastroesofágico: O que é, causas, sintomas, tratamento e prevenção

Refluxo gastroesofágico: O que é, causas, sintomas, tratamento e prevenção

O refluxo gastroesofágico (RGE) é uma condição comum que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. É caracterizado pelo retorno do conteúdo ácido do estômago para o esôfago, causando uma série de sintomas desconfortáveis. Neste artigo, discutiremos o que é o refluxo gastroesofágico, suas causas, sintomas, opções de tratamento e medidas preventivas.

refluxo gastroesofágico
Refluxo gastroesofágico: O que é, causas, sintomas, tratamento e prevenção

O que é refluxo gastroesofágico?

O refluxo gastroesofágico ocorre quando o esfíncter esofágico inferior (EEI), uma válvula muscular entre o esôfago e o estômago, não funciona corretamente. Normalmente, o EEI impede que o conteúdo do estômago volte para o esôfago. No entanto, quando essa válvula relaxa inadequadamente ou se enfraquece, ocorre o refluxo ácido.

Causas do refluxo gastroesofágico

Diversos fatores podem contribuir para o desenvolvimento do refluxo gastroesofágico. Alguns dos principais são:

a) Hérnia de hiato: ocorre quando a parte superior do estômago protrui através do diafragma, permitindo que o ácido estomacal retorne para o esôfago com mais facilidade.

b) Estilo de vida e dieta: o consumo excessivo de alimentos ricos em gordura, chocolate, café, bebidas alcoólicas, alimentos condimentados e refrigerantes pode aumentar o risco de refluxo gastroesofágico.

c) Obesidade: o excesso de peso exerce pressão adicional sobre o estômago, o que pode levar ao refluxo ácido.

d) Gravidez: durante a gestação, as alterações hormonais e o aumento da pressão abdominal podem desencadear o refluxo gastroesofágico.

Sintomas do refluxo gastroesofágico

Os sintomas do refluxo gastroesofágico podem variar de pessoa para pessoa. Alguns dos sintomas mais comuns incluem:

a) Azia: A azia é uma sensação de queimação no peito, que pode se irradiar para a garganta.

b) Regurgitação ácida: o retorno do ácido estomacal para a boca, muitas vezes acompanhado de um gosto amargo.

c) Dor no peito: pode ser confundida com dor cardíaca, mas geralmente é descrita como uma dor ardente e desconfortável.

d) Tosse crônica: o ácido que reflui para o esôfago pode irritar os pulmões e causar tosse persistente.

e) Rouquidão: o ácido pode irritar as cordas vocais, resultando em rouquidão ou alterações na voz.

Tratamento do refluxo gastroesofágico

O tratamento do refluxo gastroesofágico pode variar dependendo da gravidade dos sintomas. As opções de tratamento incluem:

a) Suco Zenkkô: Muitas pessoas estão usando o Suco Zenkkô para o tratamento do refluxo gastroesofágico. Zenkkô é um suco natural capaz de recuperar o equilíbrio da Flora Intestinal em menos de um mês, nutrindo seu organismo e curando doenças como o Refluxo Gastroesofágico, Úlcera Gástrica, Ansiedade, Disbiose, Gastroenterite, Gastrite e muitas outras doenças causadas pelo desequilíbrio da nossa Flora Intestinal.

b) Medicamentos de venda livre: antiácidos, como o hidróxido de alumínio e magnésio, podem neutralizar o ácido estomacal e aliviar os sintomas leves.

c) Medicamentos prescritos: em casos mais graves, o médico pode prescrever medicamentos que reduzem a produção de ácido estomacal, como os inibidores da bomba de prótons (IBP) e os antagonistas dos receptores H2.

d) Cirurgia: em casos raros e graves de refluxo gastroesofágico que não respondem ao tratamento conservador, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica para fortalecer o EEI e corrigir a hérnia de hiato.

Prevenção do refluxo gastroesofágico

Embora nem sempre seja possível prevenir o refluxo gastroesofágico, algumas medidas podem ajudar a reduzir o risco de desenvolver a condição. Aqui estão algumas dicas de prevenção:

a) Mantenha um peso saudável: manter um peso adequado pode reduzir a pressão sobre o estômago e o risco de refluxo ácido.

b) Evite alimentos desencadeantes: identifique quais alimentos ou bebidas pioram seus sintomas e evite consumi-los.

c) Faça refeições menores e mais frequentes: em vez de refeições pesadas, opte por porções menores e faça mais refeições ao longo do dia.

d) Evite deitar-se imediatamente após as refeições: aguarde pelo menos duas a três horas antes de deitar para permitir que o estômago esvazie adequadamente.

e) Eleve a cabeceira da cama: use travesseiros extras ou eleve a cabeceira da cama em cerca de 15 centímetros para ajudar a prevenir o refluxo durante o sono.

Conclusão

O refluxo gastroesofágico é uma condição comum que afeta muitas pessoas em todo o mundo. Embora possa ser desconfortável e interferir na qualidade de vida, o tratamento adequado e mudanças no estilo de vida podem ajudar a controlar os sintomas. Além disso, adotar medidas preventivas pode reduzir o risco de desenvolver refluxo gastroesofágico. É sempre importante buscar orientação médica para um diagnóstico adequado e um plano de tratamento personalizado.

2 comentários em “Refluxo gastroesofágico: O que é, causas, sintomas, tratamento e prevenção”

  1. Pingback: Úlcera Gástrica: O Que É, Causas, Tratamento e Prevenção - Reino Gastro

  2. Pingback: Azia: Como se Livrar da Queimação - Reino Gastro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *