Pular para o conteúdo
Início » Microbiota: Entenda como funciona a Flora Intestinal

Microbiota: Entenda como funciona a Flora Intestinal

Você sabe o que é Microbiota? O revestimento interno do intestino humano contém milhões de microrganismos que trazem inúmeros benefícios à saúde. Saiba mais sobre a microbiota intestinal, um “órgão” vital e único em cada um de nós que desempenha um papel fundamental em nossa saúde e bem-estar.

Assim como nossa impressão digital, a composição da microbiota intestinal é única e individual, tornando-a essencial para nosso funcionamento orgânico. Ela consiste em uma diversidade de bactérias, vírus, fungos e outros microrganismos unicelulares que habitam nosso corpo. O intestino, especificamente, é um dos habitats mais populosos para esses micróbios, mas também podem ser encontrados em outras partes, como nariz, boca, garganta, pulmões, vagina e pele. O microbioma, por outro lado, é o conjunto de genes contidos nesses microrganismos.

Microbiota
Microbiota: O lugar onde começam todas as doenças

A Influência na Composição da Micriobiota

A composição da microbiota intestinal é influenciada por uma série de fatores, alguns dos quais podem ser modificados, enquanto outros são inerentes à nossa condição:

Fatores Modificáveis:

  • Método de alimentação nos primeiros anos de vida, incluindo amamentação, leite artificial e introdução de alimentos sólidos. Veja uma Dieta para tratar a microbiota de forma saudável
  • Uso de medicamentos, como antibióticos e medicamentos para diabetes.
  • Hábitos alimentares e métodos de preparação de alimentos.
  • Ambiente e estilo de vida, incluindo exercícios físicos e local de moradia.
  • Alterações no peso corporal.

Fatores Não Modificáveis:

  • Genética.
  • Anatomia do trato intestinal.
  • Idade gestacional e tipo de parto (vaginal ou cesariana).
  • Envelhecimento.

Benefícios de uma Microbiota Saudável

Por que a microbiota intestinal é tão importante? Ela desempenha um papel crucial em nosso organismo, influenciando tanto a saúde quanto a doença. Estudos mostram que a composição da microbiota intestinal está relacionada a uma variedade de condições de saúde, incluindo:

  • Obesidade.
  • Desnutrição.
  • Asma.
  • Diabetes.
  • Eczema.
  • Esclerose múltipla.
  • Autismo.
  • Colite.
  • Câncer.
  • Doença celíaca.
  • Doença cardíaca.

A microbiota intestinal oferece inúmeros benefícios, como a defesa contra microrganismos prejudiciais, o ensinamento ao sistema imunológico para distinguir entre substâncias boas e nocivas, a melhoria da digestão de alimentos ricos em fibras, a absorção de minerais e a síntese de vitaminas essenciais, como a vitamina K e o folato (B9). Além disso, ela influencia o apetite, o comportamento e o humor.

A formação da microbiota intestinal começa desde o início da vida. Acredita-se que ocorra a transferência de bactérias da mãe para o bebê durante a gravidez. O tipo de parto (vaginal ou cesariana) e o método de alimentação (leite materno ou leite artificial) nos primeiros anos de vida também desempenham um papel crucial na composição da microbiota do bebê. Conforme a criança cresce e transita para alimentos sólidos ricos em proteínas e fibras, a diversidade das bactérias intestinais aumenta. Geralmente, por volta dos 2-3 anos de idade, a microbiota intestinal de uma criança é semelhante à de um adulto e permanece relativamente estável ao longo da vida.

A alimentação desempenha um papel fundamental na saúde da microbiota. Uma dieta diversificada, rica em fibras, prebióticos, probióticos e alimentos fermentados é essencial para manter a microbiota saudável. Estudos mostram que dietas ricas em gordura e açúcar podem alterar negativamente a composição da microbiota intestinal, levando ao desenvolvimento de condições de saúde adversas.

Embora haja diretrizes gerais para manter uma microbiota equilibrada, é importante lembrar que a resposta do microbioma intestinal à nutrição é específica para cada indivíduo, e não existe uma dieta padrão que funcione da mesma forma para todos.

Fatores como ambiente, estilo de vida, alimentação e medicação têm um peso significativo na determinação da composição e funcionamento da microbiota intestinal, muitas vezes superando a influência da genética.

Dicas Para Ter Uma Microbiota Saudável

Aqui estão algumas dicas adicionais, além da dieta, para manter uma microbiota intestinal equilibrada:

  • Consuma vegetais como alho-francês, cebolas, espargos, brócolos e espinafres.
  • Reduza o consumo de açúcar e evite alimentos processados, como fast-food.
  • Diminua o consumo de carne vermelha.
  • Tome antibióticos apenas sob prescrição médica e considere suplementos probióticos quando necessário.
  • Priorize um sono de qualidade, com cerca de oito horas por noite.
  • Seja fisicamente ativo, mesmo com apenas 30 minutos de caminhada por dia.
  • Experimente práticas de relaxamento, como meditação, mindfulness, ioga ou tai chi, para reduzir o estresse, que pode afetar negativamente a microbiota.
  • Procure tomar bebidas fermentadas todos os dias. A bebida fermentada contem os nutrientes necessários para equilibrar as Bactérias benéficas e maléficas da nossa Flora Intestinal, com esse equilíbrio você consegue tratar a Disbiose (doença causada por esse desequilíbrio das Bactérias benéficas e maléficas). Médicos especialistas têm recomendado um suco fermentado chamado Zenkkô Juice, conheça mais desse produto.
Conheça Zenkkô Juice Aqui

Microbiota: Somos o que comemos

Tudo o que ingerimos é processado ao longo do trato gastrointestinal, um sistema complexo responsável por transformar alimentos, absorver nutrientes e eliminar resíduos. Essa tarefa vital conta com a ajuda fundamental de milhões de bactérias, vírus e fungos que habitam essa região, formando o que chamamos de microbiota intestinal.

Esses microorganismos desempenham funções cruciais, como a síntese de vitaminas, a absorção de nutrientes e a manutenção da integridade da mucosa intestinal, o que ajuda a controlar o crescimento de bactérias nocivas que podem causar doenças. Por esse motivo, a microbiota intestinal tem atraído cada vez mais a atenção de pesquisadores e médicos.

Entenda como a Microbiota pode influenciar a Psoríase

A diversidade da microbiota é tão única quanto uma impressão digital e é estabelecida em grande parte nos primeiros anos de vida, influenciada por fatores como dieta e exposição a micróbios do ambiente e de pessoas próximas, como a mãe. À medida que envelhecemos, nossa microbiota se adapta ao ambiente, à dieta e ao estilo de vida.

O estilo de vida desempenha um papel importante na saúde da microbiota, e a dieta é um dos fatores mais influentes. Alimentos ricos em fibras, saudáveis e variados favorecem a diversidade e a quantidade de microorganismos no trato gastrointestinal. Por outro lado, uma dieta baseada em alimentos processados, rica em gordura, açúcar e aditivos químicos, pode levar a um desequilíbrio na microbiota, chamado de disbiose, que está associado a distúrbios gastrointestinais, inflamação e doenças crônicas.

A ingestão de probióticos (bactérias benéficas) e prebióticos (fibras que alimentam as bactérias boas) tem mostrado ser uma maneira eficaz de modular o crescimento e a composição da flora intestinal, contribuindo para prevenir e tratar uma ampla gama de condições de saúde, desde obesidade até distúrbios neurológicos.

Manter uma microbiota saudável é fundamental para o bem-estar e a prevenção de doenças. Um estilo de vida saudável que inclui uma alimentação equilibrada, atividade física regular e o cuidado com fatores como estresse e sono de qualidade são passos importantes para manter a saúde de nossa microbiota e, consequentemente, de nosso organismo como um todo.

A microbiota intestinal desempenha um papel vital em nossa saúde, influenciando desde a digestão até a função imunológica e a prevenção de doenças. Portanto, cuide da sua microbiota, pois ela é verdadeiramente o lugar onde começam todas as doenças. Mantenha uma dieta equilibrada, adote um estilo de vida saudável e consulte um profissional de saúde para obter orientações específicas sobre como manter sua microbiota em ótimas condições. Sua saúde agradecerá por isso.

Fontes: cuf; Senado Federal; vidasaudavel.einstein.br;

Conheça a Dieta Cetogênica: Pode funcionar para você!

Veja como promover uma Microbiota Infantil Saudável

Um especialista em Saúde Intestinal está pronto para falar com você! Clique aqui