Pular para o conteúdo
Início » Infecção Intestinal: O que é, Causas, Sintomas e Tratamento

Infecção Intestinal: O que é, Causas, Sintomas e Tratamento

A infecção intestinal, também conhecida como gastroenterocolite aguda (GECA), é uma condição que afeta o trato gastrointestinal, sendo uma ocorrência relativamente comum em todo o mundo. Este artigo tem como objetivo explorar os aspectos essenciais da infecção intestinal, incluindo suas causas, sintomas e opções de tratamento.

Entenda o que é Infecção Intestinal

A infecção intestinal é caracterizada pela inflamação do sistema gastrointestinal, frequentemente desencadeada pela presença de microrganismos patogênicos. Embora geralmente seja uma condição de evolução benigna, é fundamental monitorar de perto bebês, crianças e idosos, que são mais suscetíveis a complicações decorrentes da infecção intestinal, especialmente quando vivem em condições precárias de higiene e saneamento básico.

Infecção Intestinal
Infecção Intestinal dentro do Intestino

Causas da Infecção Intestinal

A infecção intestinal pode ser desencadeada por diversas causas, sendo a ingestão de água e alimentos contaminados uma das mais comuns. Além disso, vírus e bactérias também desempenham um papel significativo na propagação dessa condição. Abaixo estão alguns dos principais agentes patogênicos responsáveis pela infecção intestinal:

  • Vírus: Diversos vírus, como o rotavírus, adenovírus, norovírus e coronavírus, estão associados a infecções intestinais.
  • Bactérias: As bactérias são frequentemente responsáveis por intoxicações alimentares graves, levando à inflamação do intestino. Algumas das bactérias mais conhecidas incluem E. Coli, Salmonella, Shigella, Vibrio cholerae (causadora da cólera) e Yersinia.
  • Parasitas: Parasitas como Entamoeba histolytica (causadora da disenteria amebiana) e Giardia lamblia (responsável pela giardíase) também podem desencadear infecções intestinais.
  • Fungos: A Candida albicans é um fungo presente no corpo humano, mas quando ocorre um desequilíbrio, pode provocar uma infecção conhecida como candidíase intestinal.

Dieta para Emagrecer e Desinchar de Forma Saudável

Sintomas da Infecção Intestinal

A infecção intestinal apresenta uma variedade de sintomas, que podem variar de leves a graves. Os sintomas mais comuns incluem:

  • Diarreia
  • Cólicas abdominais
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Dor abdominal
  • Distensão abdominal
  • Gases
  • Calafrios
  • Mal-estar geral
  • Tontura
  • Fadiga
  • Perda de apetite
  • Boca seca
  • Dor de cabeça
  • Febre

Infecção Intestinal em Crianças

A infecção intestinal é especialmente comum em crianças, devido ao compartilhamento de brinquedos e a maior suscetibilidade a vírus e bactérias que causam a infecção. Em bebês, viroses como o rotavírus são frequentes. A vacinação contra o rotavírus é uma medida importante para prevenir essas infecções em bebês.

É importante notar que infecções intestinais podem levar à desidratação severa em crianças, tornando necessário buscar assistência médica rapidamente.

Veja 8 Receitas de Chá para Garganta Inflamada

Diagnóstico de Infecção Intestinal

O diagnóstico da infecção intestinal geralmente é clínico, baseado nos sintomas relatados pelo paciente e em exames realizados durante a consulta médica. Alguns exames complementares podem ser solicitados, como:

  • PCR (proteína produzida no fígado que reflete a presença de inflamação no corpo)
  • Exame de fezes para detectar a presença de parasitas

Quando a Infecção Intestinal é Grave?

A complicação mais séria associada à infecção intestinal é a desidratação, resultante da perda excessiva de líquidos devido à diarreia e aos vômitos. No entanto, na maioria dos casos, as infecções intestinais têm uma evolução autolimitada e melhoram espontaneamente.

Tratamento da Infecção Intestinal

Em geral, os casos de infecção intestinal tendem a ser leves e se resolvem em até cinco dias. Durante esse período, a hidratação é crucial, e o paciente deve ser incentivado a ingerir líquidos como água, água de coco, chás e isotônicos para repor os minerais perdidos devido à diarreia.

Analgésicos e medicamentos antieméticos podem ser utilizados para aliviar os sintomas de náusea e desconforto. Em casos graves ou prolongados, como infecções bacterianas, pode ser necessário o uso de antibióticos, que devem ser prescritos por um médico.

Pessoas com condições de saúde graves devem procurar atendimento médico, mesmo em casos inicialmente leves, devido à sua maior vulnerabilidade.

Veja Como Promover uma Flora Intestinal Infantil Saudável

Dicas de Alimentação Durante a Infecção Intestinal

Durante uma infecção intestinal, é importante adotar uma dieta que não irrite o sistema digestivo. Recomenda-se evitar alimentos como café, pimenta, condimentos fortes, embutidos e produtos ultraprocessados. Em vez disso, opte por alimentos leves, de fácil digestão, como sopas, purês e legumes cozidos. O consumo de carnes magras é preferível, enquanto alimentos gordurosos e frituras devem ser evitados. Laticínios, como leite e queijos, também devem ser evitados, pois podem dificultar a digestão. Alimentos ricos em fibras, como frutas com casca e massas integrais, devem ser evitados até que a diarreia melhore, pois as fibras podem piorar os sintomas. A ingestão de líquidos, como água, água de coco, chás, sucos e bebidas isotônicas, é fundamental para evitar a desidratação. Além disso, o consumo de bebidas alcoólicas deve ser evitado, assim como alimentos que causam gases, como ovos, feijão, milho e repolho.

Como Prevenir a Infecção Intestinal

A prevenção da infecção intestinal envolve medidas simples, como:

  • Praticar cuidados de higiene rigorosos ao preparar alimentos;
  • Certificar-se de que as proteínas de origem animal estão totalmente cozidas;
  • Evitar o contato íntimo com indivíduos infectados;
  • Consumir apenas água potável, tratada ou fervida.
  • Consumir Suco Fermentado todos os dias

Em conclusão, a infecção intestinal é uma condição comum que afeta o trato gastrointestinal e pode ser causada por uma variedade de microrganismos patogênicos. Embora a maioria dos casos seja leve e autolimitada, é essencial buscar assistência médica em casos graves ou prolongados. A prevenção por meio da higiene e da alimentação adequada desempenha um papel fundamental na redução do risco de infecção intestinal. Ao adotar medidas preventivas e buscar tratamento adequado, é possível enfrentar eficazmente essa condição e minimizar seus impactos na saúde.

Fontes:

  • https://nav.dasa.com.br/blog/infeccao-intestinal
  • https://hospitalbrasilia.com.br/unidade-aguas-claras/pt/sobre-nos/blog/infeccao-intestinal-saiba-o-que-e-quais-sao-os-sintomas-e-como-prevenir

Fale com um de nossos especialistas em Sucos Fermentados

Whatsapp Zenkkô Juice
Clique aqui e Acesse o Grupo