Pular para o conteúdo
Início » Doenças Autoimunes: Como surgem? Quais os tipos? Como tratar?

Doenças Autoimunes: Como surgem? Quais os tipos? Como tratar?

As doenças autoimunes são um grupo de condições médicas intrigantes e desafiadoras, nas quais o sistema imunológico, que normalmente deveria proteger o corpo contra invasores como bactérias e vírus, acaba atacando os próprios tecidos e órgãos saudáveis. Esse processo ocorre devido a uma falha na capacidade do sistema imunológico de distinguir entre as células e substâncias do próprio corpo e os invasores externos, resultando em uma resposta imunológica direcionada erroneamente contra tecidos autólogos. Vamos explorar mais a fundo o que são essas doenças, como elas surgem, os tipos mais comuns e as opções de tratamento disponíveis.

Doenças autoimunes
Doenças Autoimunes: Como surgem? Quais os tipos? Como tratar?

O que são as doenças autoimunes?

As doenças autoimunes são um grupo heterogêneo de distúrbios caracterizados pela resposta imunológica anormal do corpo contra seus próprios tecidos e órgãos. Em condições normais, o sistema imunológico é altamente eficaz em identificar e atacar invasores estranhos, como bactérias e vírus. No entanto, nas doenças autoimunes, esse sistema perde a capacidade de distinguir entre células e substâncias próprias e estranhas, resultando em ataques a órgãos e tecidos saudáveis.

Como surge uma doença autoimune?

As doenças autoimunes começam pelo intestino devido a Disbiose, quando a proporção de bactérias fermentadoras diminui e aumenta as bactérias putrefadoras, ocorre a permeabilidade intestinal. Isso ocorre porque as bactérias fermentadoras não estão ali para filtrar e processar os alimentos corretos que devem passar para a corrente sanguínea. As bactérias putrefadoras deixam passar substâncias que não deveriam passar, como, por exemplo, uma proteína que não foi digerida, e ao ela entrar na corrente sanguínea o sistema imunológico vai criar anticorpos para combater essa proteína e esses anticorpos depois seguem vivos. Esses anticorpos não morrem e começam a atacar a pele, causando psoríase.

Outro tipo de toxina, vírus ou bactéria que invade a corrente sanguínea provoca bactérias que vão consumir as cartilagens, dando o surgimento de desgaste, artrite reumatoide e artrose. Assim como outras toxinas que passam para a corrente sanguínea devido a disbiose, é necessária a produção de outros tipos de anticorpos que atacam o fígado, causando cirrose hepática, não medicamentosa e não alcoólica.

Doenças autoimunes mais comuns:

Existem mais de 80 tipos diferentes de doenças autoimunes, e elas podem afetar uma ampla variedade de órgãos e sistemas do corpo. Aqui estão algumas das doenças autoimunes mais comuns:

  • Artrite Reumatoide: Uma doença que afeta as articulações, levando à inflamação, dor e deformidades.
  • Diabetes Tipo 1: Nesta condição, o sistema imunológico destrói as células produtoras de insulina no pâncreas, resultando em níveis elevados de açúcar no sangue.
  • Doença de Crohn: Uma doença inflamatória intestinal que causa inflamação crônica no trato digestivo.
  • Doença Celíaca: Uma intolerância ao glúten que causa inflamação intestinal em resposta à ingestão de trigo, cevada e aveia.
  • Esclerose Múltipla: Uma doença neurológica que afeta o sistema nervoso central, causando lesões cerebrais e na medula espinhal.
  • Lúpus: Uma doença inflamatória crônica que afeta vários órgãos, tecidos e articulações.
  • Psoríase: Uma doença inflamatória da pele que causa lesões cutâneas.
  • Tireoidite de Hashimoto: Uma condição que afeta a tireoide, levando a distúrbios hormonais.

Sintomas de uma doença autoimune:

Os sintomas das doenças autoimunes podem variar significativamente dependendo do tipo específico de doença e dos órgãos afetados. No entanto, alguns sintomas comuns incluem:

  • Cansaço persistente.
  • Mudanças súbitas de peso, como perda ou ganho.
  • Mal-estar geral.
  • Sensação de fraqueza.
  • Dores nas articulações.
  • Anemia.
  • Distúrbios gastrointestinais, como diarreia e desconforto abdominal.
  • Manchas cutâneas.

Como diagnosticar doenças autoimunes:

O diagnóstico das doenças autoimunes pode ser desafiador, uma vez que os sintomas muitas vezes se sobrepõem a outras condições médicas. Geralmente, o processo de diagnóstico envolve:

  • Avaliação médica especializada: Um médico especializado em doenças autoimunes reunirá informações detalhadas sobre os sintomas e histórico médico do paciente.
  • Exames de sangue: São realizados para detectar a presença de auto anticorpos, que são anticorpos produzidos pelo sistema imunológico contra os próprios tecidos do corpo.
  • Exames de imagem: Em alguns casos, exames de imagem, como ressonância magnética ou ultrassonografia, podem ser solicitados para avaliar o estado de órgãos específicos.

É importante observar que a presença de auto anticorpos nem sempre confirma uma doença autoimune, pois eles também podem estar presentes em outras condições. Portanto, o diagnóstico é frequentemente baseado em uma combinação de fatores, incluindo os sintomas e resultados dos testes.

Como tratar doenças autoimunes:

Embora as doenças autoimunes não tenham cura, o tratamento visa controlar e equilibrar a produção de bactérias fermentadoras e bactérias putrefadoras, ou seja, as bactérias benéficas e maléficas do nosso organismo, dessa forma fazendo a produção dos anticorpos corretos que passam para a corrente sanguínea. Com os anticorpos corretos na corrente sanguínea não existe o ataque ao próprio tecido, desta forma tratando as doenças autoimunes.

Existe um tipo de tratamento para doenças autoimunes sendo muito usado, se baseia no consumo de sucos fermentados diariamente. Os sucos fermentados tornam a produção das bactérias benéficas e maléficas do nosso intestino equilibrada, tratando e curando doenças autoimunes que afetam muitas pessoas hoje em dia.

Conheça mais sobre os sucos fermentados

É fundamental que os pacientes com doenças autoimunes sejam acompanhados regularmente por profissionais de saúde, sigam as orientações médicas e façam exames de acompanhamento para monitorar sua condição. Com um tratamento adequado e uma gestão cuidadosa, muitas pessoas com doenças autoimunes podem levar uma vida praticamente normal e desfrutar de uma boa qualidade de vida.

Quase todas as doenças autoimunes surgem pelo intestino devido à permeabilidade intestinal, ocasionada pela disbiose, ou seja, o desequilíbrio da microbiota, contendo mais bactérias putrefadoras (maléficas) do que deveria e contendo menos bactérias fermentadoras (benéficas) do que o ideal.

Fontes:

  • https://nav.dasa.com.br/blog/doenca-autoimune
  • https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/doen%C3%A7as-imunol%C3%B3gicas/rea%C3%A7%C3%B5es-al%C3%A9rgicas-e-outras-doen%C3%A7as-relacionadas-%C3%A0-hipersensibilidade/doen%C3%A7as-autoimunes
Whatsapp Zenkkô Juice
Fale com um especialista em Saúde Intestinal